14 abril 2017

23+: Guitarristas


A banda está quase completa, já fizemos a lista 23+: Baixistas, 23+: Bateristas e 23+: Tecladistas/ Pianistas e agora chegou a hora dos guitarristas. O instrumento que recebe mais atenção de todos, onde quem toca usa da posição de guitar god e merece muito reconhecimento. Fomos meio relutantes em fazer essa lista porque ela é um tanto quanto previsível porém não dá pra fugir dela para sempre, então fazer o que, simbora:


23º lugar: Pepeu Gomes (Novos Baianos)

Si você é um Zé Ruela e desacredita do trampo do cara, saiba que a revista Guitar World já o colocou numa lista de 10 melhores do mundo. Pepeu tem uma gigantesca carreira e junto dos Novos Baianos mostrou seu valor e continua a mostrar;

22º lugar: Brian May (Queen)

Um monstro do Rock que você já conhece bem, o cara compôs muita coisa inigualável mas vai além disso, construiu sua própria guitarra e toca por amor, já que além de guitarrista é também astrofísico. Simplesmente um daqueles caras que nos dá orgulho da arte que curtimos;

21º lugar: Joe Perry (Aerosmith)

Percussor da década de 70, Perry já ganhou praticamente tudo que é premio possível e recebeu todas as maiores honrarias do rock entrando pra tudo que é tipo de lista de melhores guitarristas enquanto isso. Se você duvida da capacidade do cara basta ver o que ele produziu pra batalha de guitarras do jogo Guitar Hero Aerosmith. Não é qualquer um que é elogiado por B B King;

20º lugar: Keith Richards (Rolling Stones)

Desde a década de 60 tocando o bom e naquela época jovem rock n' roll, Keith Richards é influencia total para umas 4 ou 5 e talvez 6 gerações do rock. Seu estilo mais bluesado de tocar é inconfundível, pois até a afinação que ele usa na guitarra dá um tom único ao seu som. Seu estilo no palco é imitado por muita gente. Muitas vezes quando lembram do velho pirata, pensam logo nas drogas e álcool que consomem mas esquecem que por traz de toda essa imortalidade, tem um puta musico;

19º lugar: Alex Lifeson (Rush)

Quando pensamos no Rush logo lembramos do Geddy Lee e do Neil Peart, que são excelentes músicos e exemplos de virtuosismo respectivamente no baixo e bateria, e acabamos esquecendo do grande guitarrista que essa banda tem. O cara criou alguns riffs dos mais marcantes e foi capaz de criar estilo próprio e virtuoso, sem ficar repetindo receitas, algo bem difícil quando pensamos em guitarra. Enfim, marque em sua mente que o power trio que é o Rush, não seria o que é sem Alex Lifeson;

18º lugar: Kurt Cobain (Nirvana)

Um dos músicos mais importantes da década de 90, Cobain marcou a história com sua atitude punk e principalmente sua musica. Criador de riffs marcantes, dentro de um rock alternativo beirando ao punk rock  onde rotularam de grunge junto de outras bandas que não tinham nada a ver uma com a outra. Até hoje não se sabe ao certo qual rumo que o rock teria tomado se ele ainda estive-se vivo, sinceramente acredito que as coisas seriam melhor pois igual quando ainda era vivo, Cobain influenciou muita banda e possivelmente continuaria fazendo, fosse com sua musica ou por suas atitudes;

17º lugar: Tom Morello (Rage Against The Machine/ Audioslave)

Quando pensamos em um guitarrista moderno, logo lembramos de Tom Morello, com uma caralhada de pedais e um jeito insano de fazer distorções e efeitos... Sério, tudo que é tipo de efeito que você esculta nos álbuns do Rage Against The Machine são produzidos na guitarra de Tom Morello, de sirene a scratching passando por bombas caindo e explodindo o cara faz na guitarra;

16º lugar: Zakk Wylde (Ozzy Osbourne/ Black Label Society)

Logo de cara, em inicio de carreira Zakk Wylde foi tocar com Ozzy Osbourne, uma tarefa nada simples mas Wylde segurou as pontas e logo de cara lançou um dos álbuns mais importantes da carreira do Ozzy e também do rock/ metal como um todo, No More Tears. A carreira de Zakk Wylde não se limita a Ozzy e o cara tem muita coisa feita, o cara consegue criar desde um som pesado e ignorante mas também melodias cheias de harmonia, sempre usando suas guitarras estilizadas, tanto com timbre e skins. O cara influenciou e influencia um tanto de guitarristas e vai continuar a influenciar;

15º lugar: Dimebag Darrell (Pantera/ Damageplan)

Já que falamos de Zakk Wylde, vamos a um grande amigo dele, Dimebag Darrell, o lendário guitarrista do Pantera. Dime é um mártir do metal pois infelizmente foi morto em um atentado onde um atirador subiu no palco onde ele tocava com sua banda Damageplan e o feriu mortalmente a tiros. Darrell não está nessa posição dessa lista por causa disso, ele está nessa lista por conta de sua capacidade, por conta de toda revolução que fez no metal. O Pantera elevou o nível de brutalidade do metal a um ponto nunca antes visto e grande parte disso se deve aos riffs de Darrell que começa a musica com um riff matador, evolui a musica com outro e termina com mais um ainda brutal, o que geralmente explode sua cabeça. Todos esses riffs  brutais e com a assinatura de Darrel, pois o timbre dele era único e seus riffs insuperáveis;

14º lugar: George Harrison (Beatles)

Quando se fala em um Beatle já fica fácil de incluí-lo em qualquer lista porque os Beatles fizeram tudo antes de todos mas não é só por isso que nessa lista o cara está. Harrison era um excelente guitarrista e aproveitou para usar outros instrumentos em suas composições e por ter se envolvido com a cultura indiana, usou muito disso nas musicas e antes de todo mundo pensar em fazer algo parecido;

13º lugar: David Bowie

O camaleão não é muito lembrado por suas guitarras mas ele foi um musico muito capaz. Suas composições na guitarra sempre estiveram a frente do seu tempo, influenciando de todos os tipo de sub gêneros do rock possível, até mesmo o punk rock;

12º lugar: David Gilmour (Pink Floyd)

Considerado por muitos como o musico mais técnico do Pink Floyd, Gilmour não é um dos músicos fundadores da banda porém é um dos importantes. Quando pensamos no estilo que o Gilmour toca, logo lembramos daqueles guitarristas punhetando a guitarra e metendo mil notas num solo de uma caralhada de minutos extremamente técnicos. Gilmour vai totalmente contra essa vertente, colocando algo muito importante que todos esses guitarristas esquecem, feeling. Sério, um solo do cara arrepia até os pelos anais e isso é algo importante;

11º lugar: Johnny Ramone (Ramones)

Esquece virtuosismo, esquece ensaios e tudo mais, aqui é punk rock e quando se pensa nisso o nome Ramones é um dos primeiros a surgir. Johnny Ramone sabia criar, isso é fato, o cara compôs sons variados e foi um simbolo de um movimento, seu jeito de tocar, visceral e sem frescura marcou uma geração e o famoso "faça você mesmo" influenciou uma caralhada de moleques a pegar uma guitarra, contar 1, 2, 3, 4 e bota pra fuder;

10º lugar: Angus Young (AC/DC)

A performance desse cara é simplesmente unica, acho impossível você enumerar outros caras que se apresentam assim e em todas as fases possíveis de sua banda. Angus produz riffs crus, solos crus e tudo mais cru, sem frescura mas isso não quer dizer que há técnica no que esse cara produz. Lembro de a muito tempo ler uma revista de guitarra que tentava ensinar os sons do AC/DC e em um determinado solo o escritor criava uma forma própria de tocar tal trecho porque ele não sabia como o Angus o tocava. Angus é um deus da guitarra e quando se pensa em guitar hero (a expressão, não o jogo) se pensa nele;

9º lugar: Jimmy Page (Led Zeppelin)

Page sofreu algumas acusações de plágio, o que lhe custou um pouco de sua credibilidade porém é um grande erro tirar o credito do cara. Page tem uma carreira gigantesca, começou como musico de estúdio e após montar o Led Zeppelin se tornou o grandioso musico que conhecemos. O caso é que o cara personaliza suas guitarras, tirava um tímbre único, o que fez com que surgi-se o nome da banda, pois é melodioso e leve como um zepelim e pesado como chumbo;

8º lugar: Ritchie Blackmore (Deep Purple/ Rainbow/ Blackmore's Night)

Lembra que em algum texto eu falei que o Deep Purple foi um dos primeiros a tocar o que poderia vir a ser o metal? Pois então, o Blackmore pode ser considerado um dos primeiros guitarristas de metal, ele foi um dos primeiros a fazer um som mais agressivo e mais rápido, além de colocar tudo no talo. Depois de sair do Purple, fundou o Rainbow junto do Dio, uma das primeiras bandas a tocar um metal mais épico, com letras voltadas a historias medievais e tudo mais. Blackmore, é um dos maiores compositores do rock e por culpa dele você tem que aguentar aquele seu vizinho aprendendo a tocar guitarra com Smoke On The Water;

7º lugar: Tony Iommi (Black Sabbath/ Heaven & Hell/ WhoCares)

Em um documentário o Dio  fala que o Tony Iommi cria riffs tão fácil e rapidamente que em certos momentos tinha que pedir para ele parar de produzir. Dono de um timbre único, soturno, obscuro e que toda banda de metal tenta copiar, Iommi pode ser considerado um dos pais do heavy metal. Pelo seu modo de tocar, pela obscuridade que impõe aos riffs e tudo mais, ele formatou o que muito do heavy metal viria a ser;

6º lugar: Randy Rhoads (Ozzy Osbourne/ Quiet Riot)

Esse cara foi um dos grandes responsáveis da carreira solo do Ozzy Osbourne ter dado certo, basta ouvir o primeiro álbum do Madmen, Blizzard Of Ozz. A maioria das musicas são clássicos e todas as musicas são incríveis, os riffs, solos e tudo mais na guitarra é incrível, a maneira que Rhoads toca é simplesmente incrível, incomparável. Infelizmente, por conta de sua morte prematura, não sobrou muito material gravado mas esse pouco material é de qualidade incomparável, e isso influenciou muita gente, gente que apareceu nessa lista e que ainda há de aparecer;

5º lugar: John Petrucci (Dream Theater)

Petrucci é um dos maiores guitarristas da atualidade, apesar de nem ser mais tão atual assim. O cara tem uma técnica absurda e consegue aliar feeling a isso. Quando se pensa em virtuosismo hoje em dia, uma das primeiras bandas citadas é o Dream Theater e muita disso é por conta do trabalho dele;

4º lugar: Chuck Berry

Muitos atribuem o rock n' roll ao cara mas não é bem assim, porém, o primeiro guitar hero, de fato foi Chuck Berry. Ele foi o primeiro cara a fazer performances enquanto solava, o primeiro cara a dar voz a guitarra de fato. Pioneirismo é pra poucos e entre esses poucos podemos colocar o Sr. Berry;

3º lugar: Eddie Van Halen (Van Halen)

Sabe o que é revolucionar algo? Foi exatamente o que Eddie Van Halen fez logo de cara no seu primeiro álbum de estúdio do Van Halen, seus solos extremamente rápidos revolucionarão a época com uma técnica nova que depois se tornou norma entre guitarristas virtuosos. A musica instrumental desse primeiro álbum, chamada Eruption, é usado em 15 a cada 10 solos de guitarristas nos seus shows e faz muito sentido isso porque de fato é impressionante;

2º lugar: Jimi Hendrix

Eu não precisaria escrever nada aqui pois estamos falando de Jimi Hendrix e todo mundo sabe o quão poderoso esse cara era quando se fala em guitarra. Que grande parte do que ele gravou e tocou naquela época, a tecnologia só foi tornar possível a meros mortais muitos anos depois...Enfim, é Jimi Hendrix numa lista de guitarristas, não tem o que explicar;

1º lugar: Eric Clapton

Se lembra que falei que essa lista é previsível no início? Aqui a coisa se prova, os 3 primeiros lugares com toda certeza você já sabia quem eram, acredito que pode ter errado na ordem mas sabia que esses 3 caras estariam no pódio. E sinceramente, poderia escrever um puta texto com os porquês para o Clapton ser o 1º lugar dessa lista mas acho desnecessário pois com toda certeza você sabe de tudo isso. O cara influenciou uma caralhada de guitarristas pelo mundo, incluindo Jimi Hendrix. Continua tocando a décadas e sem nunca perder o folego. Enfim, como foi dito na famosa pixação, "Clapton Is God.

Menções Honrosas:
B. B. King: O Blues Boy criou um jeito dele de tocar, até mesmo um jeito dele de fazer blues, ganhador de prêmios até o cu fazer bico, influenciou até os mais influentes;
Pete Townshend (Who): A palavra aqui é atitude, o Who como todo desde sempre foi calcado nisso, tanto em estúdio quanto ao vivo e Townshend toca horrores e no palco o cara destrói demais;
Kiko Loureiro (Angra/ Megadeth): Um dos melhores guitarristas do Brasil, provou seu valor entrando no Megadeth e revitalizando a banda que já tinha perdido muito do folego;
Dave Mustaine (Megadeth/ Metallica): Já que falamos de Megadeth, nada melhor do que falar do dono da banda, Mustaine destroi, o Megadeth é prova disso;
Max Cavalera (Soulfly/ Cavalera Conspiracy/ Sepultura): Si tem uma coisa que Max não é é técnico/ virtuose. Sua guitarra possui cordas a menos, seu jeito de tocar é desleixado e tudo mais, porém o cara sabe fazer uns riffs brutais, mistura outras vertentes ao metal e além de tudo já citado influenciou toda uma geração de guitarristas;
James Hetfield (Metallica): Apesar de ser a guitarra rítmica Hetfield é o grande responsável por todos os maiores riffs da banda e isso não é pra qualquer um;
Joe Satriani (Deep Purple/ G3/ Chickefoot): Uma das carreiras mais triufantes do rock n' rol, exemplo de virtuosismo;
Mark Knopfler (Dire Straits): Tocar guitarra sem palheta, como quem toca violão e tirar um som de um estilo único é merecedor de reconhecimento.

Então é isso amiguinhos, chegamos ao final de 23+, espero que tenham gostado e caso não tenha gostado ou acredite que faltou algum guitarrista, basta comentar aqui, lembrando que com respeito se ganha respeito. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário